Plano Feminino Hersheys

GUIA RÁPIDO DE BOAS PRÁTICAS DE LINKEDIN

 

Você está no LinkedIn? A rede social já foi sinônimo de currículo online, mas ao longo dos anos se desenvolveu para ser muito mais que isso: é hoje uma poderosa ferramenta de networking. A forma como você se posiciona dentro do LinkedIn diz muito sobre a imagem que você projeta, e uma das piores coisas é ter um perfil incompleto, desatualizado ou que ignora o contexto profissional da rede. Veja a seguir uma lista rápida do que você precisa ter no seu perfil para fazer o melhor uso da plataforma.

 

  1. Mantenha os dados do seu perfil sempre atualizados.
    Suas informações pessoais são o mais importante, e manter atualizados os dados como nome, cargo atual e links de contato faz com que os algoritmos de busca funcionem corretamente quando alguém procura o seu nome. Todos os campos, incluindo e-mail, telefone, data de nascimento, descrição dos cargos importantes e foto de perfil, devem estar atualizados.
  2. Preste atenção na foto!
    Se o Instagram, o Twitter e o Facebook permitem ser quem você quiser, usando informalidade e extroversão, o LinkedIn é sobre sua imagem profissional. A foto de perfil deve mostrar seu rosto com clareza e comunicar quem você é profissionalmente.
  3. Descrevendo experiências anteriores.
    Não se preocupe com detalhes e nem em colocar todas as suas experiências. O importante é preencher corretamente os cargos com datas de entrada e saída e criar descrições curtas porém reais do que você realizou em cada etapa profissional.
  4. Foco na positividade.
    Deixe o textão reclamando na vida para outras redes. De novo, o foco aqui é no que você pode acrescentar profissionalmente. Posts contando sobre novos projetos ou desafios profissionais são bem vindos, mas existe um motivo para publicações com teor motivacional serem tão frequentes nessa rede: eles alimentam a positividade nas relações profissionais. E lembre-se: hate posts, brigas no comentários e demais grosserias pegam tão mal aqui quanto em qualquer ambiente profissional.
  5. Sobre o chat.
    Ele está lá para ser usado mesmo, mas não é uma ferramenta de bate-papo. Ao abordar alguém, principalmente se for um novo contato profissional, trate como se estivesse no ambiente de trabalho, vá direto ao assunto como educação e se quiser continuar o papo peça o email ou telefone da pessoa.

Por último: depoimentos são via de mão dupla.
Se alguém teve a gentileza de tirar um tempo e escrever algo sobre você, faça o favor de retribuir. No LinkedIn como na vida, é com base em trocas que bons contatos profissionais se solidificam.

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.