A espera

Menstruação atrasada. Ah, mas é só uma semana. Será?!
Opa, olfato aguçado, mamilo rosa, uma tpm esquisita. Isso tá estranho.
Ah, desceu! Amor, menstruei!
Ué, parou. Eu, hein…
Mas meus peitos estão inchados. Minha barriga também. Vou comprar um teste de farmácia, dizem que falso positivo não dá!
Duas listras. E agora? Faz ultra pra confirmar.
Tá vendo aquela bolinha ali? Não. Aquela ali, beeem pequenininha! Ahm. É o seu bebê. Ouve o coraçãozinho! Parabéns, mamãe!
Chorei. Todo cuidado era pouco. Repouso. 15 dias. E hormônio, muito hormônio. Por favor, bolinha, continua aí!
Acabou o primeiro trimestre! Ufa!
É menina! Vamos sortear o nome? Caiu dentro do meu umbigo, haha! Olha, vai se chamar Maitê! Vamos pintar o quarto?
E ela começou a se mexer e o meu corpo mudou cada vez mais.

E a vida também, com movimentos involuntários e alguns contratempos, tudo se desenrola do jeito que tem que ser.
Planeja quarto, compra enxoval. Faz book e chá de bebê.
E é tudo meio mágico, gerar um ser humano é incrível!
Azia, dor na coluna. Pressão baixa, falta de ar. Micção. Insônia. Ah, mas você nem lembra mais disso depois!
Parece que a natureza vai preparando a gente pra tudo o que a gente vai viver depois que a criança vier ao mundo.

Até o bebê nascer e você renascer junto com o seu filho!

Foto: Elisa Nakaguma
Foto: Elisa Nakaguma

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.